A fome e o sono têm mais em comum do que aquilo que imaginas!

2018-02-07

A fome e o sono têm mais em comum do que aquilo que imaginas!

Não resistes a um doce ou a uma refeição de fast food? Os teus hábitos de sono podem ser os culpados. Se não acreditas esta é a publicação certa para ti.

Talvez já tenhas sentido mais apetite depois de uma noitada e pensado que era só uma coincidência. Na verdade, as diretas ou noites mal dormidas podem fazer com que, mesmo os mais focados, cedam à tentação de um hambúrguer ou não resistam a encomendar uma pizza familiar. A explicação é cientifica e não deixa margem para dúvidas: a falta de sono faz-nos comer mais.

Quando estamos mais cansados, os níveis de grelina, a hormona que controla a fome, são maiores. Em simultâneo, baixam os níveis da hormona leptina, responsável por enviar sinais ao nosso corpo quando estamos saciados. Para além disso, a privação de sono torna-nos mais stressados e impulsivos, levando-nos a procurar o conforto na comida.

Como vês, a quantidade de comida que ingerimos depende de fatores biológicos, emocionais, cognitivos e ambientais, que são facilmente influenciados pelos teus hábitos de sono. O descanso é de tal forma importante, que é um dos fatores a considerar no tratamento de distúrbios alimentares como a obesidade.
Por isso já sabes: dorme bem, come bem e vive melhor!

Deixe o seu comentário!